Vazamento de mais de 700 milhões de e-mails

Hoje (18/01/2019), diversos sites de tecnologia noticiaram o vazamento de mais de 700 milhões de e-mails. Estima-se que um arquivo de 87 Gb, com aproximadamente 21 milhões de códigos e um bilhão de combinações de senhas e e-mails esteja em posse de cybercriminosos.

Este furto de dados superou, inclusive, o ataque sofrido pelo Yahoo em 2016, tornando-se o caso mais emblemático da história sobre o tema. Esse vazamento histórico de dados demonstra a importância de serem adotadas medidas internas de “compliance”, por todas as empresas, a fim de que haja um tratamento seguro e adequado dos dados pessoais de terceiros (por exemplo: clientes, fornecedores, empregados, dentre outros).

Sendo assim, é premente a necessidade de adequação à Lei Geral de Proteção de Dados – a LGPD (Lei 13.709/2018), a fim de que vazamentos como este não possam gerar a responsabilização daqueles que lidam, diariamente, com dados pessoais de terceiros. Consulte se o seu e-mail foi comprometido em “Have I been pwned” (https://lnkd.in/dbbJgC8).

Compartilhar Post